O Victoria Pedretti Brasil é um fã-site dedicado à atriz norte-americana Victoria Pedretti, sendo a primeira e mais completa fonte de informações sobre a própria e estando no ar desde abril de 2020. Feito de fãs para fãs, o VPBR não possui fins lucrativos, tampouco mantém afiliações com Victoria ou sua equipe, amigos e familiares. O intuito do site é unicamente expandir o trabalho da Victoria, por meio da divulgação de notícias, projetos, entrevistas traduzidas, campanhas publicitárias, ensaios fotográficos e mais, além da atualização de uma galeria repleta de fotos em alta qualidade.

O site Kakuchuporei realizou uma entrevista exclusiva com Victoria Pedretti Henry Thomas, ambos integrantes do elenco de ‘A Maldição da Mansão Bly’. Confira a tradução:

Qual você acha que é a diferença mais significativa entre Nellie Crane em The Haunting of Hill House e Dani Clayton em The Haunting Of Bly Manor?

Victoria Pedretti: Quero dizer, mostre-me uma mulher que não está perturbada de alguma forma, mas também, a diferença mais significativa é que Nellie se sentia muito ligada à sua família, e eu vejo Dani como um tipo mais desajustado de personagem órfã que está meio que flutuando em busca de um família.

O showrunner Mike Flanagan mencionou anteriormente como The Haunting Of Bly Manor é uma “história de amor”. Em sua opinião, o que o torna uma “história de amor” ou um romance gótico?

Victoria Pedretti: Quer dizer, minha personagem se apaixona. Esse seria o principal motivo.

Henry Thomas: Meu personagem também tem uma história de amor, mas não funciona tão bem.

Victoria Pedretti: Sim, tenho duas histórias de amor. Uma delas termina muito mal e a outro também termina mal. Acontece que a série diz que sua história de amor vai acabar mal.

As coisas ficaram loucas nos últimos episódios. Quanto você sabia sobre as reviravoltas e revelações antes das filmagens?

Victoria Pedretti: Não me lembro. Eu sei que eu sabia os pontos principais maiores, com certeza, no início, mas os detalhes de como a história de amor se desenrola no episódio final, provavelmente não tão longe das filmagens. Eu senti como se tivéssemos sido bem claros sobre toda a história desde o início.

Henry Thomas: Sim, acho que tínhamos a maioria dos roteiros, mas acho que não tivemos os dois últimos roteiros por um ou dois meses, mas então, nós os recebemos. Não demorou muito e já havíamos conversado sobre o rumo da história.

Mas já estive em programas antes, onde obtemos os roteiros, tipo, na semana anterior ou alguns dias antes, e isso é muito frustrante. Então, estou feliz que tenhamos tido os scripts mais cedo.

Victoria Pedretti: Sim, recebi meu roteiro no dia seguinte.

Henry Thomas: Sim, isso não é divertido.

O que você procura em uma parte ou script? Como você decide qual será seu próximo projeto?

Victoria Pedretti: Alguém me oferece o emprego. Mas eu sou extremamente sortuda por ter tido a oportunidade de interpretar uma grande variedade de personagens, o que eu acho que é o que muitos atores desejam. Eu só espero que isso continue acontecendo. Eu sei que seria uma pena tocar a mesma coisa repetidamente.

Eu não escolhi nenhum desses projetos. Eu faço o teste e, se eu conseguir o papel, eu vou e ainda sou uma novata, você sabe. Acho que estou apenas começando a ser um pouco mais específica sobre o que faço para fazer o teste. Mas não, não estou recebendo ofertas de empregos. Não sou eu, *risos*.

Por que você acha que a relação entre Dani e Jamie em The Haunting Of Bly Manor consegue sobreviver a todo o caos e fantasmas?

Victoria Pedretti: Eu acho que é porque eles são muito abertos e honestos um com o outro. Eles criam muita segurança para se expressar um com o outro com clareza. Então, eles são capazes de se apoiar e apoiar uns aos outros. Eles também não estão tirando conclusões precipitadas um sobre o outro ou presumindo o pior. Acho que podemos nos desencaminhar muito simplesmente presumindo o pior das pessoas.

Na sua opinião, o que é mais assustador; Hill House ou Bly Manor?

Henry Thomas: Devo dizer que depende dos fãs e depende do que mais te assusta. Acho que existem alguns temas muito assustadores que estamos explorando em Bly Manor. Pode não ser o mesmo tipo de tema assustador que Hill House, mas é igualmente doloroso e assustador, eu acho.

Victoria Pedretti: Concordo com Henry. Acho que estamos explorando tipos e temas muito diferentes de formas de medo.

Fonte: Kakuchopurei

Tradução & Adaptação: Equipe VPBR

deixe seu comentário






layout desenvolvido por lannie d. - Victoria Pedretti Brasil